Qual a importância de usar óculos de sol de qualidade

Ao comprar um óculos de sol, é preciso ~ficar de olho~ para ter certeza se ele é mesmo de qualidade. “Precisa ter certificação da Associação Brasileira de Produtos e Equipamentos Ópticos (Abióptica) e as lentes precisam ser regulares, ou seja, toda a superfície deve ter a mesma espessura”, orienta Miguel Haidamus.

Ademais, existem padrões internacionais de qualidade para óculos solares. “Os mais conhecidos e mais aceitos mundialmente são o da Austrália e Nova Zelândia (AS/NZS 1067:2003), o Europeu (EN 1836:2005), o Britânico (BS EN 1836:2005) e o Americano (ANSI Z87.1-2003). Logo, se houver na embalagem, na garantia, ou na haste dos óculos alguma dessas siglas, eles respeitam padrões internacionais de qualidade e protegem seus olhos. Os que seguem o padrão britânico podem ter escrito, em alguma parte, a sigla CE. Além da proteção ultravioleta, os óculos também podem estar de acordo com o padrão 21 CFR 801.410, do órgão americano FDA, que se refere à segurança de impacto”, indica o Dr. Tiago. De acordo com ele, também é importante observar se as lentes não estão danificadas ou riscadas, bem como de quanto é o grau de proteção ultravioleta – o ideal é que tenha 100%, ou próximo a esse número.

Para pessoas fotofóbicas ou que passam muito tempo expostas à claridade, como quem pratica esportes ao ar livre ou passa o dia dirigindo, é interessante investir em lentes polarizadas, que alinham a luz, evitam ofuscamento e deixam as imagens mais nítidas e com mais contraste. “Vale lembrar que esse tipo de produto não garante maior proteção, a diferença está apenas no conforto”, ressalta o oftalmologista.

Além de observar a qualidade da lente, também é necessário escolher um óculos que se adeque perfeitamente ao rosto. “O ideal é evitar os modelos que se afastam demais e que tenham lentes muito pequenas, pois não deve existir um grande espaço entre a face e a armação, já que também entra radiação ultravioleta pelos lados. Nesses casos, uma lente escura pode ser até pior, pois faz com que os olhos deixem de usar alguns mecanismos de defesa e recebam ainda mais esses raios que chegam pelas laterais”, alerta o Dr. Tiago.

Leave a Reply